“Quousque eadem?”

A expressão latina, na forma de interrogação, remonta a Sêneca, em sua carta XXIV a Lucílio: “Quosdam subit eadem faciendi videndique satietas et vitae non odium sed fastidium, in quod prolamibur ipsa inpellente philosophia, dum dicimus: ‘Quousque eadem? Nempe expergiscar dormiam, esuriam fastidiam, algebo aestuabo‘” [Os outros também são movidos por uma saciedade de fazer […]

via “Quousque eadem?” (E.M. Cioran) — Portal E.M. CIORAN 🇧🇷

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s